7.11.2018

Como apresentar o seu projeto de Identidade Visual com sucesso!



Imagine que a apresentação é um dos primeiros contatos do cliente com sua marca, seja ela recém-criada ou repaginada. A forma como você apresentará influencia muito na aprovação do job, que foi realizado com tanta dedicação.

Lembre-se que você pode saber de todas as ideias e conceitos usados para desenvolver o projeto, mas repassá-los para terceiros exige confiança, clareza e domínio do assunto. Então, aqui vão algumas dicas para desenvolver uma boa apresentação:

Capriche no visual 

Você se empenhou o máximo em criar o projeto e a apresentação é a melhor hora para colocar em prática. É possível aplicar as cores auxiliares, demonstrar versões do logo nas páginas e brincar com os pesos das fontes escolhidas. Desta forma, o cliente pode notar como sua marca se “comporta” em uma mídia digital, impressa e demais campanhas publicitárias ou de branding.

Outra opção é utilizar o padrão da sua marca pessoal, caso tenha uma, tomando cuidado para não usar elementos que sobressaiam a marca que você desenvolveu.

Siga uma ordem

Introdução, desenvolvimento e conclusão não são só utilizados em textos. Uma boa apresentação também necessita de uma ordem lógica e que guie o cliente até o que você planejou mostrar com essa criação.

Você pode começar com o desafio do projeto, os dados coletados no briefing, painel semântico e demais pesquisas que realizou.  Após isso, siga com os rascunhos, fases da construção da identidade, conceitos, versões da assinatura, tipografias e cores. E por fim, os testes de identidade, que mostram como ficará apresentada em diversas superfícies.

Use e abuse de Mockups

Os mockups são utilizados para demonstração em escala e perspectiva do seu projeto, ajudando o cliente a ter uma experiência do serviço ainda não finalizado e podem realmente fazer a diferença na hora da aprovação. Além disso, são fáceis de usar e podem ser encontrados em diversos modelos gratuitos e online.

Opte pela apresentação presencial

Devido à falta de tempo, distância ou comodidade do cliente, muitas vezes torna-se impossível estar presente na reta final da aprovação da identidade visual. Caso isso aconteça, proponha uma chamada de vídeo! O importante é que você esteja em contato com o cliente e que ele perceba a atenção e dedicação que teve durante todas as etapas do projeto, fazendo com que ele enxergue a proposta do mesmo jeito que você.

KAROLINA, Barros
Criação
Curte musicais e está
sempre ouvindo um bom podcast. 

7.04.2018

Foco total na produtividade durante a Copa



A Copa do Mundo movimenta, em todos os sentidos, diversos setores profissionais e da economia, inclusive o de agências e assessorias de imprensa. As empresas precisam de bom senso, mas os funcionários também necessitam prestar bastante atenção e não permitir que a produtividade caia.

Durante a competição, surgem várias oportunidades de sermos produtivos. Podemos explorar outros métodos de trabalho, além de saber descontrair com o momento. Esse período pode provocar integração entre os departamentos e clientes.

Com organização, inovação e criatividade é possível realizar soluções que estimulem a produtividade. Um exemplo seria contribuir para deixar o ambiente de trabalho mais leve e descontraído, ou até incentivar uma harmonia entre os colaboradores de uma forma inteligente.

Tente focar suas energias em questões que ficaram esquecidas durante a correria do cotidiano. É possível realizar eventos de relacionamento com clientes durante as partidas, usando o futebol como roteiro.

Nesse tempo de competição mundial que une povos, estreite relações. Se você for convidado para assistir aos jogos na companhia da equipe de trabalho, tente de alguma maneira criar laços de amizade com seus colegas e gestores.

No caso de quem trabalha com comunicação, busque soluções de engajar e encaixar o seu cliente em temáticas do futebol, mas que sejam especialidades da área dele. Se você tem como cliente um escritório de advocacia, procure temas relacionados entre futebol e ramos do Direito. Por exemplo: Lei Pelé, contratos de trabalho, CLT, salário atrasado, Justiça Desportiva, empréstimos, direito de imagem, e por aí vai.

Com a cabeça mais tranquila, livre, leve e solta, a criatividade flui sempre do melhor jeito!

DIOGO Cardoso
Redação e Assessoria de Imprensa na LB Comunica
Apaixonado por viagens com a família e amante de futebol.